Almost over


Este ano, posso ter tido imensos momentos maus, imensos momentos em que pensei que tudo ia acabar. Mas em todos esses momentos, tive-te a ti. Foste razão suficiente para eu me levantar sempre do chão, para eu ter esperança e acreditar que isto é real. Já te disse imensas vezes que preferia que me tivesses estendido a tua mão para que eu me pudesse levantar mais facilmente, com a tua ajuda, mas não estendeste. Ainda assim, agradeço-te por te teres importado, pelo menos o suficiente para pedires desculpa.
Em 2010, pensei várias vezes que o meu mundo desabara, mas tenho-te a ti. E és tu quem segura o meu mundo, tens a minha vida e o meu coração nas tuas mãos. Obrigada por me deixares fazer parte da tua vida e do teu coração, não imaginas o que isso significa para mim. Aconteça o que acontecer no próximo ano, nunca ninguém irá tirar o lugar que tu ocupas.
Daqui a um bocado será meia-noite, vamos entrar num novo ano. Mas não tenho vontade de celebrar, porque tu não estás aqui. Quem me dera que estivesses...

Não estás aqui, mas eu vou fingir que estás. Quando a contagem decrescente começar, vou fazer de conta que estás aqui a meu lado, bem juntinho a mim, e quando dia 1 chegar, vou beijar-te e prometer-te que o próximo ano vai ser bem melhor do que este que passou. Vou sussurrar-te ao ouvido que te amo, que nunca te vou deixar e que no final do próximo ano já vou poder fazer tudo aquilo que agora tenho que imaginar.


O momento está a chegar. Amo-te e prometo que é para sempre!

1 comentários:

mary

de dia pra dia escreves melhor . bom ano pra ti , que todos esses teus desejos realmente se concretizem !

Enviar um comentário

Return top