O caminho da vida

Conheço aquele caminho como a palma da minha mão. E mesmo assim, todas as vezes que lá passo, ele parece-me diferente. Já o percorri com os mais diversos objectivos, com os mais diversos pensamentos, com as mais diversas emoções. Já o fiz com um enorme sorriso estampado no rosto ou encharcada em lágrimas, querendo esquecer ou querendo recordar.
Percorri-o com passos apressados, por estar atrasada para um compromisso ou cheia de pressa para chegar a casa e descansar. Com passos lentos, querendo aproveitar cada milímetro daquele percurso, observando tudo aquilo que me rodeia.
Já fiz o caminho de ida e o de volta, atravessando sempre na passadeira ou atirando-me para a frente dos carros, olhando para o chão ou olhando para o céu, sozinha ou acompanhada. Já fiz aquele percurso com a companhia das mais diversas pessoas. Já passei por ali de muitas maneiras. Mas contigo... Contigo é sempre diferente.
Aquele caminho pertence-me, tal como tu.

2 comentários:

Estrelinha*

Obrigada pelo prémio! E ainda bem que não começaste a escrever pelo motivo que pensava :)
Escreves lindamente, mas se tiveres de sofrer para escrever, prefiro não ler! Beijo *

Paula

o caminho sendo sempre o mesmo molda-se facilmente aos nossos sentimentos, ao que sentimos :)

Enviar um comentário

Return top